09/01/2013

Desapego.



Desapego, s.m. Falta de apego; desafeição, desamor; desinteresse.

"Sentada na mesa de frente à grande janela que dava ao mar, a garota passou uma mecha do cabelo loiro e ressecado para trás da orelha, enquanto olhava as pessoas felizes na areia de Copacabana se moverem de um lado para o outro. A temperadura deveria estar passando dos 40ºC lá fora, mas ela vestia uma blusa de linho azul marinho, a cor favorita de seu ex namorado. Aliás, fora um presente dele de quando completaram dois meses de namoro. Ele dizia que ela ficava linda vestindo-a.
Suspirou. A xícara a sua frente estava cheia de chá de camomila, mas nem isso lhe descia garganta abaixo sem grande esforço. Adoravam tomar daquele chá. Sem açúcar, pois ele era diabético. Uma lágrima rolou por seu rosto. Seu celular do outro lado da mesa redonda e de madeira velha, vibrou fazendo um estrondo considerável no cômodo vazio e silencioso. Levantou os olhos e seu coração disparou. Seria ele lhe mandando uma mensagem? Pegou-o. Era de sua mãe, pedindo para tirar o frango do congelador. 
Lágrimas lhe vieram às órbitas, e ela não pode conter. Por que ainda acreditava que ele voltaria? Haviam se passado seis meses, e aparentemente tudo ocorria bem na vida dele. Fazia algum tempo que eles não se falavam, e ela também não fazia questão de saber o quão bem e feliz ele podia ser sem sua companhia. Olhou novamente as pessoas na praia. Pareciam felizes, dispostas. Apesar da politica do país estar uma droga, os impostos aumentando, os supermercados cada vez com preços mais absurdos, todos pareciam contentes com sua vida.
Por que só ela não conseguia? Tinha que ficar ali, parada. Chorando, tomando calmantes todas as noites. Evitando até mesmo ouvir música ou conversar com alguém, com medo das lembranças e noticias que poderia receber. Em tão pouco tempo, como alguém pode se tornar nosso tudo? Conhecemos uma pessoa, e passamos a depender dela. Do seu sorriso, sua voz, seus abraços. Nossa felicidade de repente não depende de nós, pequenos momentos e felicidades que o dinheiro pode nos proporcionar, mas sim de um simples gesto de alguém que mal sabemos quem é. Depende de três palavras simples que podem nos arrancar sorrisos por dias. Então você conhece o amor. Tão falado amor, em novelas, filmes, seriados. Até mesmo no rádio e nas melodias que a mídia nos "aplica na veia".
Mas também fere. Fere e fere muito. O pior dos sentimentos, quando não é bem aplicado em nossas vidas. Ela ouvia falar sobre o desapego. Suas amigas conseguiam, mas ela não. Não via vida longe dele, e fazia um tempo que não sabia ser feliz. Mas sabia que um dia, tinha de deixar de fazer falta. As ligações, mensagens, presentes, flores, beijos, abraços, até os chás de camomila que compartilhavam. Aquela garota desejava ser feliz como as pessoas que estavam na praia naquele momento. Mas sem o bendito desapego, nada parecia ir pra frente. Precisava se desprender, se livrar, esquecer, esvaziar a mente. Mas era dificil quando tudo lhe fazia lembrar de uma única e preciosa coisa: seu amado, que já não mais lhe amava."

Bom gente, esse é o primeito texto meu que eu to expondo aqui no blog e eu não sei se está muito bom, mas é um tema interessante: o desapego. Muitas pessoas (não só garotas) lidam com esse bichinho de sete cabeças, as vezes quase impossível de se alcançar. E você, o que acha desse tema? Gostou do texto? Comente!
Aliás, gostaria de agradecer aos 100 seguidores conquistados em pouco tempo. Obrigada à cada um que seguiu e comentou até agora. Não largo o "Papos de Feminices" e nem vocês nunca mais hehehe. <3 Que venham mais 100, e mais 100, para  que possamos todos juntos compartilhar experiências e coisas bacanas. Beijos!



 

9 comentários:

  1. nossa q lindo o texto, valeu por ter dado sua opinião no debate.

    iblueclassic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado do post, volte sempre. E magina, se precisar é só falar. Beijos.

      Excluir
  2. Que lindo texto, a amor parabéns pelos 100 seguidores você conseguiu muito rápido. rs
    Beijos Ale | Rascunhos à Lápis

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus que lindo esse texto. Me tocou muito! Parabéns pelos 100 seguidores, você merece!

    Beijos,
    Fashionistas

    ResponderExcluir
  4. Esse texto mostra a realidade de muitas pessoas. Parabéns Tati, e que venham muitos mais seguidores! lindaaaa s2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha espero que venham! :)
      beeeijos miih s2

      Excluir
  5. esse texto é perfeito !!!!!! ;)) não conhecia o blog, gostei mt daqui *-*
    seguindo ! segui tb ?
    http://maisbatomplease.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada flor, volte sempre! :D Fico feliz que tenha gostado.
      Vou lá no seu agorinhaaa, beijos.

      Excluir